Quero aprender a meditar,

mas não sei como começar!

Semana 2: Quarta-feira

Praticando a Arte da Transformação, 

Saindo da Zona de Conforto! 

 

Faça uma mudança e

tenha uma nova experiência!

 

É muito fácil ficar numa zona de conforto, onde tudo está bem e confortável,  e você não precisa mudar nada, onde as coisas são simplesmente daquele jeito e pronto!.......  E... acabamos numa rotina "rígida", e não exploramos nada novo para nossa vida.

Ao estar disposto(a) a fazer algo diferente, como no caso aqui "meditar", você está abrindo uma janela mental de "disponibilidade" em se conectar com uma força maior. Para isso, é interessante que se saia de zona de conforto, como um exercício, a fim de mover numa direção diferente do que você está fazendo diariamente até o presente momento. Você pode estar pensando, mas como? Faça diferente! 

Pense num caminho que você normalmente usa para ir ao trabalho, à escola, ao supermercado, ou para encontrar amigos e/ou familiares. Você sempre vai pelo mesmo trajeto?

 

Vamos dizer que você vá de carro? Você pode mudar as ruas que você está acostumado a dirigir? Você pode experimentar ir uma vez por semana de ônibus, de metrô, de bicicleta ou a pé? Você pode estacionar o carro mais longe do que normalmente e caminhar pelo menos 2 quarteirões a mais?

Se você costuma ir de ônibus e/ou metrô, você poderia experimentar ir numa outra linha de ônibus, ou ir de bicicleta e/ou até uma parte do trajeto à pé?

Se você já costuma caminhar um trajeto específico, quer seja para o trabalho/estudo/esporte, você poderia mudar o trajeto dessa caminhada e aumentar meio quilometro (1/2 km)?

Se você já costuma ir a um parque, uma praia, uma montanha para passear, você poderia mudar o seu roteiro?

Em tempos de tecnologia, os controles remotos estão por todos os lugares: você poderia uma vez por semana, guardar o controle remoto na gaveta, e levantar toda vez que você quiser mudar de canal da televisão e/ou mudar o volume do som, por exemplo? 

Você poderia levantar da cadeira e pegar algo,  ao invés de pedir para alguém fazer por você?

Caso você mora ou trabalha num prédio, você já pensou em descer ou subir as escadas, ao invés de pegar o elevador, mesmo que seja por metade do trajeto?

Experiementar um alimento que você sempre diz que não gosta?

Qual dessas sugestões acima te incomodam? Quais seriam fáceis de realizar e quais seriam muito difíceis mentalmente? E fisicamente?  Todas requerem um certo trabalho e reorganizacão de seus horários e DISPONIBILIDADE. Qual desses desafios acima será o primeiro a fazer ainda hoje?

Você pode sair da sua zona de conforto também, mudando seu  jeito de pensar e revendo seus conceitos e atividades perguntando-se:

 

Quando foi a última vez que...

Eu andei 5 km?

Corri 1 km?

Dancei?

Nadei?

Pulei corda?

Andei de bicicleta?

Cantei no chuveiro?

Experimentei tocar um instrumento musical?

Observei uma flor atentamente?

Estudei um idioma novo?

Cuidei de uma planta?

Peguei um bebê no colo?

Abracei uma pessoa longamente?

Dei a mão para uma criança pequena, que está aprendendo a andar? 

Fiquei descansando meus pensamentos, olhando para o horizonte, como se tivesse esquecido da vida?

Coloquei as suas mãos em seu coração e parou para "ouvir" os seus batimentos cardíacos?

Vamos EXPANDIR os horizontes físicos, emocionais, mentais e espirituais!

Quando você fica numa zona de conforto, sem estimular a si mesmo para sair dela, você tende a carregar uma velha energia do passado, o que não vai lhe ajudar a conduzir para uma nova energia, que você esteja buscando, como no caso aqui: a meditação.

Incentivando a si mesmo a fazer algo diferente, você está acordando um lado seu,  num nível espiritual, que irá te benificiar a longo prazo.

 

Eu estou disponível para conhecer um meu NOVO EU?

Eu estou disponível para ver as coisas diferentes?

Eu estou disponível para aprender algo novo?

Eu estou disponível para me redescobrir?

Quem sou eu?