Dia 20: Meus dedos dos pés são independentes?

Atualizado: Jul 13





Você tem 7 minutos HOJE pra cuidar da sua Saúde?




Meus dedos dos pés são independentes?






Essa é a vigéssima postagem da série de 21 dias consecutivos:

“Cuidando da sua saúde em 7 minutos diários"


Estamos quase chegando ao fim da série de 21 dias! Parabéns!


Já falamos anteriormente, no dia 02 dessa série, de como cuidar de nossos pés, explorando a anatomia através de uma auto-massagem (sugiro que você releia antes de começar), mas HOJE estaremos mais atentos aos dedos dos pés.


Obs: Se você está chegando HOJE nessa série de exercícios, peço a você que volte e comece pelo dia 1 (Respiração), e siga a sequência certa. Não importa se está começando agora, o que importa é fazer todos os dias, na sequência por 21 dias sem interrupção, ok? 


Lembrando, que devido à proposta do tempo dessa série de exercícios (7minutos/dia), HOJE você cuidará 3,5 minutos de cada pé porém, por se tratar de um exercício que requer atenção a vários detalhes, pode ser que na primeira vez você necessite de mais tempo para concluir os 2 pés, ok?


Sente-se numa cadeira confortável, ou no chão, com as costas apoiadas numa parede, e inicie esfregando um pé contra o outro, aumentando a circulação nas extremidades e aquecendo os pés! Agora segure um dos pés com as mãos, e entrelace os 4 dedos das mãos com os dedos dos pés. Caso o espaço entre os dedos dos pés seja apertado e/ou cause desconforto, entrelace apenas 2 ou 3 dedos (das mãos) de cada vez (nos dedos dos pés). Com os dedos entrelaçados, rode o tornozelo em movimento circular 3 vezes em sentido horário e 3 vezes em sentido anti-horário.


Dê aos dedos de seus pés muita atenção. Segure todos e movimente-os juntos em rotação, e depois faça uma rotação com cada um individualmente. Primeiro, segure um dedo (do pé) e gire-o passivamente, depois solte-o e veja se ele consegue fazer a rotação sozinho - ou mesmo se ele pode se movimentar separadamente. Repita com cada dedo do pé. 


Você pode precisar segurar todos os outros dedos do pé a fim de ajudar um deles apenas a se movimentar sozinho. De início, você poderá achar que apenas o dedo maior do pé consegue se movimentar sozinho, mas se for paciente poderá conseguir que os outros dedos também façam o movimento.


Estamos acostumados a usar o pé como se tratasse de um bloco grande e indiferenciado, mas de fato o pé é muito parecido com a mão em estrutura, com um número e arranjo similar de articulações e de ossos. Ele é capaz de grande sensibilidade, agilidade e flexibilidade, como muitas pessoas com perda das funções da mão o provaram.


Segurando cada artelho (dedo do pé), separadamente, pressione-o para baixo, com um dedo da mão, enquanto, simultaneamente, pressiona o artelho para cima contra o dedo, de modo que o artelho (dedo do pé) resista à pressão do dedo (da mão). Inverta, colocando o dedo embaixo do artelho e pressionando-o para cima enquanto o artelho resiste pressionando para baixo. Faça isso para o lado, enquanto tenta resistir a essa pressão com o artelho. Depois pressione com seu dedo para o outro lado, e resista outra vez com o artelho. Agora, tente fazer uma rotação com seu artelho outra vez, sem a ajuda das mãos. Agora a rotação parece mais fácil do que antes? Pare e imagine que está fazendo a rotação do artelho, e depois faça-o girar outra vez. Repita esse processo com cada dedo do pé.


Agora ande um pouco e compare os dois pés (o pé trabalhado x o pé não trabalhado). Repita o mesmo processo com o outro pé antes de encerrar o exercício por hoje.


SINTA, EXPLORE e DESCUBRA a si mesmo, trazendo mais saúde e bem estar para o seu dia a dia!


A observação e o auto-conhecimento é o primeiro passo para a mudança em sua saúde!


Vamos lá, o que você está esperando? Você tem 7 minutos hoje! Seus dedos do pés agradecem! E lembre-se de fazer nos 2 pés!


Comece aos poucos… comece com 7 minutos por dia… e vá gradativamente aumentando o tempo diário de auto-cuidado!


Amanhã será o último dia dessa série!

E mês que vem teremos mais novidades, fique ligado!

Andréa Sula

Para NOVAS INSCRIÇÕES e/ou acessar essa Série em novo formato, clique no link:

www.selfhealingmefazcrescer.com.br/inscreva-se


Você quer conhecer mais sobre seu próprio corpo e todo potencial de saúde que tem naturalmente? Permaneça ligado também nas nossas redes sociais e descubra como potencializar sua saúde!

FACEBOOK:  Self-Healing Me Faz Crescer

INSTAGRAM: @andreasula_selfhealing

TWITTER:  @SelfFaz

YOUTUBE: Self-Healing Me Faz Crescer

Descubra também nosso CLUBE DO LIVRO SELF-HEALING, onde você irá conhecer a incrível estória de vida de Meir Schneider, o criador do Método Self-Healing e aprender outros exercícios do método! Participe você também!

Inscreva-se: CLUBE DO LIVRO SELF-HEALING


Conheça nossos outros cursos online: www.selfhealingmefazcrescer.com.br




Essa postagem faz parte de um projeto de 21 dias de educação e autoconhecimento corporal. Não é um tratamento e os exercícios naturais e complementares aqui descritos não substituem o tratamento médico convencional.

Em caso de dúvida ou desconforto procure o seu médico. Só ele é autorizado a fazer diagnósticos e a receitar ou suspender qualquer tipo de medicação. Não se automedique nem suspenda qualquer tipo de medicamento ou de tratamento sem a autorização do seu médico.


(essa postagem foi dedicada à H.V.)

(Conheça e leia mais sobre o Método Self-Healing no livro Manual de Auto Cura, de Meir Schneider)

167 visualizações
  • Branca ícone do YouTube
  • Instagram

©2019 by Self-Healing Me Faz Crescer